Como se programar para a manutenção preventiva?

Gostou? compartilhe!

Como se programar para a manutenção preventiva?
Clique na imagem para ampliar.

Como se programar para a manutenção preventiva?

Apesar do cenário atual de pandemia no país, o final de ano já está chegando e é inevitável de não ser comemorado, junto a isso, nós queremos saber: como se programar para a manutenção preventiva do seu equipamento de aquecimento industrial no final de ano?

Você já está analisando a sua linha de operação de modo a evitar possíveis problemas futuros ou ainda nem pensou na avaliação?

Como nós sempre postamos conteúdos de curadoria para vocês e a fim de ajudar todos que precisam fazer a sua manutenção preventiva de final de ano, a seguir informaremos como forma de guia, os procedimentos necessários que nós da Eletrothermo achamos ideais para a sua necessidade.

Vamos conferir? Não se esqueça de compartilhar este artigo com outro colega que também se encontra na mesmo situação que você!

Antes de começar, você já conhece a Eletrothermo?

Desde a nossa fundação em 1988, o nosso grupo eletrothermo vem se destacando pela sua credibilidade, profissionalismo e qualidade por todas as nossas pesquisas, desenvolvimento, evolução tecnológica e bom relacionamento com os clientes.

Nós acompanhamos as tendências mundiais do mercado, economia, eficiência e reaproveitamento energético, oferecendo aos clientes suporte dinâmico e atualizado no campo eletro térmico. Por conta disso, conseguimos utilizar a tecnologia de ponta na fabricação e fornecimento de resistências elétricas de aquecimento compreendido nas várias faixas de emissividade do raio infravermelho, fornos industriais e resistências convencionais.

O que é manutenção preventiva?

A manutenção preventiva é uma norma que está relacionada com a confiabilidade e mantenabilidade dos equipamentos que precisam de uma manutenção antes de apresentar problemas, ou seja, é um conjunto de procedimentos e avaliações nos seus equipamentos para que tudo fique no seu devido lugar.

Normalmente a manutenção preventiva é acionada quando um equipamento já está em um nível muito avançado de utilização do uso, dessa forma a manutenção entra em cena para reparar antes que aconteça um dano à produção.

Já segundo a norma NBR-5462 que está relacionado à manutenção correlativa, diz respeito a uma análise mais detalhada, quando há uma ocorrência de uma falha destinada a recolocar um item em condições de executar uma função de acordo com o previsto.

Por que a manutenção preventiva é importante para a sua resistência?

Quem não deseja uma empresa, ainda mais indústrias, que não tenham problemas nas resistências ou na linha de produção?

Fazendo a manutenção correta nas resistências você reduz o consumo de energia elétrica, aumenta a produtividade e diminui a possibilidade de horas de máquina parada por defeito.

O que queremos dizer com isso? A manutenção preventiva, como vimos, é uma das ações mais eficientes para evitar que máquinas e resistências sejam paradas para serem consertadas, além disso, a sua aplicação de forma consciente e planejada trará diversos benefícios e evitará com que sua produção seja prejudicada.

Outro ponto importante é de que caso a sua indústria não faça uma manutenção preventiva das resistências, o risco de possíveis acidentes de trabalhos e prejuízos maiores, podem acontecer, já que o colaborador pode estar com danos e operando de forma problemática. Dessa forma, coloca toda a equipe em risco e como já foi dito, traz uma série de prejuízos para a empresa.

Como programar a manutenção em 3 passos?

1 - Antes de tudo, faça um planejamento e veja se de fato o seu equipamento precisa de uma manutenção. Mas, como eu posso fazer isso? Veja como está o seu equipamento, estipule um período que você acredita ser relevante e faça uma autoanálise se atualmente ele está com reparos, se já sofreu ajustes de troca de peças, teve limpeza e pequenos reparos?

Neste exemplo, listamos apenas algumas ações que são mais básicas, você precisa olhar como um todo o equipamento e analisar se de fato precisa da atenção.

Caso você chegue à conclusão que o equipamento precisa de reparos, já que você não deseja que ele pare de funcionar em um futuro próximo, já solicite a manutenção.

Obs: antes de fazer isso, tenha em mente que ao fazer o reparo, automaticamente, haverá uma breve paralisação na sua linha de produção, ocasionando em custos extras à sua empresa.

2 – Após fazer o planejamento e a análise, tenha em mente uma gestão separada de cada equipamento que você está pensando em fazer a manutenção preventiva.

Para essa etapa você precisará possuir o controle dos equipamentos que devem contar com as informações, histórico do andamento e também deve ter o controle das manutenções realizadas durante os anos. Nesses gerenciamentos você conseguirá indicar por exemplo, quais partes dos equipamentos tendem a gerar mais falhas e os pontos que mais precisam de regulagem para se antecipar aos problemas dos clientes.

3 – Compartilhe o seu plano com os seus colaboradores ou supervisores que estão mais na linha de frente da operação e no dia a dia, os mesmos podem ter insights que talvez você não tenha pensado e que podem ser úteis para um planejamento mais assertivo.

Como vocês puderam notar, a manutenção é muito importante e há muito que ser dito sobre ela, apenas citamos os tópicos principais, mas caso você precise de mais informações, entre em contato conosco. Aqui na Eletrothermo, a sua dúvida, é sempre esclarecida! ☺